Coisas que me apoquentam

A minha mãe que me liga se uma ambulância apita em Arcozelo quando saio de casa, vê o atentado em Londres pertinho de mim e não me liga. Justiça seja feita nem o pai me liga.

Adivinha quem voltou!!!


Um ano depois o meu velhinho das receitas está vivo.

Quanto aos milhentos blogs que costumava acompanhar diariamente foram trocados por séries que devoro e pelo Pinterest. Ainda os leio, porque os filhos não se abandonam, mas mais espaçadamente.

Parabéns a nós amor

5.749 dias neste amor que me afoga e se salva diariamente

Divertido e informativo

O que comprei no Whole Foods


Paguei a módica quantia de 50 libras, mas pela experiência valeu cada penny.

Whole Foods Market Kensington High Street

Sábado fomos a este supermercado que me deixou Maravilhada. Sim, Miss Cleo faz passeios a supermercados. Fomos visitar o Whole Foods que "supostamente" é um supermercado de produtos orgânicos, sustentáveis, blá blá blá blá (se pesquisarem no Youtube há quem diga o contrário, eu não sei se sim se sopas...). 
Achei que ia ser assim um pouco pequenito tipo Mini Preço mas não, este que fomos tem 3 andares todos maravilhosos. 

O que gostei no Whole Foods

  • o 2º andar é todo de restauração, mas tipo diferente, saudável, variada. Montes de saladas, legumes, pizzas belíssimas, sumos naturais, gelados originais. Amei. Almoçamos por lá e eu comi um arroz de grão de bico com açafrão divinal.
  • pela 1x na vida vi leguminosas e frutos secos à venda em baldes e a pessoa traz o que quiser. Sei que há sítios onde isso acontece em Portugal mas eu nunca tinha estado num.
  • pela 1x na vida vi manteiga de caju, de pistácio, de coco, sei lá de tudo e mais alguma coisa
  • encontrar finalmente um sitio onde comprar ovos de codorniz e pato
  • a diversidade de produtos à venda, desde tupperware em vidro para perfumes aquilo tem tudo
  • poder comprar alternativas vegan caso algum dia me passe pela cabeça virar vegan
O que não gostei

  • os preços, muito inflacionados
  • os vegetais descascados, cortados, partidos frescos em baldes. Se supostamente são as pessoas que prezam a sua saúde quem o supermercado quem agradar, eu achava que essas pessoas prezavam a frescura, o cozinhar, naaaa puro comodismo. Só falta quem mastigue por eles.
  • só haver wc no 2 andar
  • ser a 1h30 de minha casa

Queimadura da depilação a laser

Pois é...
Há malta que tenta tudo e mais alguma coisa e corre sempre bem e depois existo eu.
Na 4ª sessão ganhei a parte de cima da perna direita queimada que só notei quando cheguei a casa. Ando com o amigo Biafine e Aloe Vera desde sexta à noite e felizmente foi só uma queimadura de 1º grau que aparenta ir sarar bem. Ainda me faltam 4 sessões e confesso que agora irei estar cheia de medo. Isto teve de ser erro da técnica não há outra opção. Aquilo não queima se bem usado e as dores ao longo da sessão foram tramadas, o que confesso achei que era porque estou para menstruar.

Vidinha!

Pêlos

Daqui a 3h lá vou eu sofrer por gosto, para ficar menos macaca. Será a minha 4ª sessão de depilação a laser e o sofrimento vai ser o mesmo que da primeira vez. 


A minha primeira boleia no UK

Há umas semanas atrás enquanto esperava pelo autocarro depois de deixar a Lai na escola, uma mãe de outra criança esperava também. A senhora fartava-se de fungar e eu achei que poderia não ter lenço e ofereci-lhe um, falámos ali um pouco e pareceu-me simpática. Desde esse dia passei a cumprimentá-la. 
Hoje eu esperava pelo autocarro e ela veio ter comigo e ofereceu-me boleia até casa, aceitei. A senhora era indiana com véu completo só se vendo os olhos, para mim isso nunca será impedimento para uma amizade. Uma das palavras delas que mais me marcou o dia foi ela dizer "nem toda a gente falaria comigo ou seria simpática porque uso véu mesmo sendo inglesa, tu foste".Sei que depois tentei explicar da forma mais parva possível que nunca desrespeitaria ninguém ou discriminaria, mas o inglês é uma barreira e sinto que não lhe fiz ver o quanto apreciei o seu gesto e que para mim eu e ela não somos diferentes. 
É das piores coisas quando não falámos a nossa língua materna, é entender o que nos dizem e sermos percebidos. Eu gostava tanto de fazer mais amigos cá, amigos nunca são demais se forem dos bons!